Plano de Acção

 

 

 

IDENTIFICAÇÃO da instituição

 

A Associação de Apoio Voluntário ao Idoso Só, surgiu em 2008 como um pequeno grupo ligado ao Centro Social Ribeiro das Perdizes, tendo-se autonomizado desta instituição em 2014.

 

Sendo um projecto local de solidariedade, no qual é assumido a gratuitidade, a responsabilidade e a participação comunitária como factores determinantes de atuação a Associação de Apoio Voluntário ao Idoso Só - AVISO constitui-se como associação sem fins lucrativos em 09/04/2014, adquirindo personalidade jurídica e permitindo a administração do projeto, tornando transparente e democráticas as opções de gestão e manuseamento dos fundos recolhidos.

 

 

INTERVENÇÂO A REALIZAR

 

O envelhecimento da população do interior, a deslocação da geração mais nova para zonas do litoral, grandes centros ou mesmo estrangeiro, levou à existência de um elevado número de idosos dependentes, isolados e sós, sem apoio de familiares.

 

A falta de autonomia e de apoio destes idosos além de pôr em risco a sua saúde é fator de sofrimento e angustia, a que as entidades oficiais, quer do âmbito da saúde, que do âmbito da ação social tem dificuldade em dar resposta, restando por vezes a alternativa de retirar o idoso do seu ambiente o que também é fator de sofrimento.

 

A Aviso – Associação de Apoio Voluntário ao Idoso Só, tem assim por objectivo principal contribuir para a promoção da qualidade de vida da população idosa e/ou pessoas que se encontrem no seu domicilio, em situação de dependência física ou psíquica e que não possam assegurar, temporária ou permanentemente, a satisfação das suas necessidades e o seu âmbito de acção abrange principalmente o concelho de Castelo Branco.

Para prosseguir os objectivos referidos a “AVISO” tem um corpo organizado de voluntários, o qual desenvolve um conjunto de ações de interesse social e comunitário, de forma desinteressada por pessoas no âmbito do voluntariado previsto Lei 71/98 de 3 de novembro.

 

Assim, são objectivos específicos da Associação:

  • Prestar cuidados de ordem física e apoio psico-social aos indivíduos e famílias, de modo a contribuir para o seu equilíbrio e bem-estar para retardar ou evitar a institucionalização;

  • Fomentar as relações interpessoais ao nível dos idosos e destes com outros grupos etários, a fim de evitar o isolamento;

  • Desenvolver ações de interesse social e comunitário;

  • Prestar companhia e acompanhamento;

  • Promoção do conforto e bem estar;

  • Apoio psicossocial e suporte emocional;

  • Ajuda nas tarefas de alimentação e hidratação se necessário;

  • Ajuda nas tarefas de administração de medicamentos;

  • Ajuda em pequenas tarefas domésticas;

  • Vigilância e animação;

  • Apoiar os utentes nos contactos com as diversas Entidades Públicas e Privadas (Saúde, Autarquia Segurança Social e outras).

 

Não obstante estar ao serviço das pessoas, das famílias e das comunidades contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e do bem estar das populações, considera-se como área de atuação privilegiada, numa primeira fase são os idosos isolados e dependentes confinados ao seu domicílio, os quais se pretende atenuar o isolamento e a solidão em que vivem.

Tem-se como objectivo primeiro tornar mais leve a solidão de quem vive só, proporcionando-lhe a possibilidade de diversificar as suas relações sociais.

 

 

RECURSOS HUMANOS A AFETAR

 

Atualmente as atividades da AVISO têm sido mantidas por pessoas em regime de voluntariado, podendo no entanto e sempre que se justifique e para tal houver disponibilidade financeira, recorrer a pessoas em regime de contrato.
 

A Associação conta atualmente com 96 associados, dos quais 36 são voluntários  que desenvolve as atividades supra referidas.

RECEITAS PREVISIVEIS

Os serviços desenvolvidos pela AVISO são realizados pelos voluntários, os quais não têm qualquer remuneração e as atividades desenvolvidas e previstas não acarretam quaisquer despesas de carácter regular e fixas.

Contudo e porque se torna necessário para o desenvolvimento da atividade e dos fins previstos a existência de um fundo de maneio existem como receitas fixas as quotas dos associados no valor de 12 € ano .

A estas receitas acresce as receitas obtidas quer através de alguns subsídios já obtidos por algumas entidades públicas, quer da Câmara Municipal de Castelo Branco quer da Junta de Freguesia de Castelo Branco, quer de apoios de algumas entidades privadas quer ainda da realização de eventos que têm como fim a obtenção de fundos para a Associação. Como exemplo temos a realização em 2014 de um desfile de Vestidos de Noiva antigos do qual se angariou 2.500 €, o jantar de fados solidário com uma receita de  250 € e em 2015 uma sardinhada solidária cuja receita rondou 2.000 €

 

OUTROS ELEMENTOS RELEVENTES

A sede da AVISO funciona num espaço cedido pela Câmara Municipal de Castelo Branco com a qual foi estabelecido um acordo de comodato, no qual se encontra a sede da instituição.

Atendendo aos fins da instituição e atividades desenvolvidas e a desenvolver é fundamental a realização de parcerias com outras instituições e serviços na comunidade, pelo que têm sido estabelecidos contactos com a Junta de Freguesia de Castelo Branco, Câmara Municipal de Castelo Branco, Núcleo de Apoio a Idosos da PSP e, sobretudo, com a Santa Casa da Misericórdia de Castelo Branco, com a Cáritas Diocesana de Castelo Branco com as quais a Associação se encontra em estreita relação, tendo já formalizado Protocolos de Colaboração para apoio aos idosos no domicílio referenciados em ambas as instituições, considerando a complementaridade das acções desenvolvidas e o âmbito geográfico e populacional semelhantes.

Com a Aspsi Associação para o Estudo das Psicognosis da Raia Interior e com a Associação Amato Lusitano encontra-se em desenvolvimento um projecto conjunto de actuação junto dos idosos em risco para prevenção de depressão e demência.