Acidente Vascular Cerebral*

 

 

O que é?

 

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é uma doença neurológica provocada pela diminuição súbita do aporte de sangue a uma determinada região do cérebro. Poderá ter como origem o “entupimento” de uma artéria cerebral, ficando impossibilitada a chegada de sangue a essa região do cérebro (AVC isquémico) ou o “rompimento” de uma artéria (AVC hemorrágico). É uma situação de urgência médica e, em Portugal, é a primeira causa de morte.

Quais os sintomas?

 

De entre os sintomas que poderão ser causados por um AVC, destacam-se:

 

  • Dificuldade, súbita, em mexer uma perna ou braço ou ambos os membros de um dos lados do corpo

  • Desvio da boca para um dos lados

  • Dificuldade em falar, com início súbito

  • Perda súbita de visão

  • Diminuição da sensibilidade ou sensação de encortiçamento de uma perna, de um braço ou de ambos os membros de um dos lados do corpo

 

Os sintomas regridem?

 

Depende de caso para caso. Poderá ocorrer reversão completa dos sintomas em menos de 24 horas (neste caso, chama-se Acidente Isquémico Transitório (AIT) e não AVC); recuperação total dos sintomas após 24 horas; ou o doente poderá ficar com sequelas do AVC.

 

Como se faz o diagnóstico?

O diagnóstico é feito a partir dos sintomas do doente. Perante a suspeita de AVC, deverá ser feita uma tomografia computorizada (TC), para saber se este é isquémico ou hemorrágico.

 

Como se trata?

Se for um AVC isquémico, e caso o doente não tenha contraindicações para o tratamento, deve fazer-se trombólise (procedimento que visa fragmentar/desfazer o trombo que está a “entupir” a artéria), de modo a permitir o restabelecimento do suprimento sanguíneo ao cérebro, o mais rápido quanto for possível, para evitar sequelas.

 

Como prevenir a ocorrência de um AVC?

 

A prevenção do AVC passa por medidas como:

 

  • Não fumar

  • Realizar uma alimentação saudável

  • Restrição do sal consumido

  • Atividade física regular

  • Controlo (se necessário com medicamentos) da tensão arterial

  • Controlo da diabetes

 

* Texto revisto por um médico. Transcrito da Direção-Geral da Saúde.

Associa-te a nós

faz um donativo


LIGA PARA TELEF: 963058024

Apoia esta Causa